Qual a diferença entre um gato e um cão?

0

Há quem ame os animais de estimação, os chamados petlovers, então hoje fiquem atentos, pois, falaremos sobre dois dos principais animais de estimação, que são: o gato e o cão. Há quem prefira um e quem prefira o outro e com certeza esses animais têm diversas diferenças, acompanhe os próximos tópicos para entender um pouco mais sobre elas.

Onde começa a diferença entre um gato e um cão?

Veremos agora as principais diferenças entre um gato e um cão e começaremos essa lista na principal diferença entre eles que é a afetividade, quem possui esses dois pets em casa com certeza já observou essa diferença. Vamos lá!

Afetividade 

Os gatos não têm muita necessidade de viver em sociedade ou família, enquanto os cachorros estão sempre em busca de uma família, não necessariamente de humanos, e também de alguém que os lidere.

Adestramento

Outra diferença é que os gatos costumam ser mais obedientes no quesito higiene, um exemplo disso é a utilização das caixas de areia, já os cães podem ser treinados de forma mais rápida e atendendo a comandos mais simples.

Quantidade de dentes

Agora, uma curiosidade que não é no quesito comportamental e sim no físico, é que os gatos possuem 30 dentes, enquanto os cães têm 42 dentes.

Memória

Em comparação ao gato, o cão tem uma memória bem maior, fazendo com que seja possível eles se lembrarem das coisas mais facilmente.

Alimentação

Quando falamos de alimentação de cães e gatos normalmente vem à mente a ração, mas uma coisa que poucos sabem é os gatos serem completamente carnívoros, seu instinto é carnívoro. Já os cães apesar de também serem carnívoros, conseguem sobreviver se alimentando de vegetais.

Comportamento e curiosidades sobre os gatos

Os gatos são criaturas extremamente individualistas, eles possuem um sentido incrível, seus reflexos funcionam muito bem, são ágeis, fortes e tem seu instinto caçador, mas os gatos também tem seu toque de afeto, pois apesar de serem independente gostam de carinho, são brincalhões, curiosos e quando gostam de algo ou alguém, reproduzem aquele som que nós conhecemos como ronronar.

Gatinho de óculos. Fonte/Reprodução: Original

Separamos algumas curiosidades interessantes sobre os gatos.

  • Os gatos passam a maior parte da vida dormindo, para ser mais exata mais da metade do dia eles passam a dormir;
  • Os gatos não são capazes de saborear completamente o doce;
  • Existe um nome para as bolas de pelos que os gatos vomitam, elas são chamadas de egagrópilos;
  • Enquanto um cachorro faz mais ou menos 10 sons diferentes, um gato pode fazer até 100 sons diferentes;
  • O cérebro dos gatos de forma biológica um pouco parecido com o do Mano, bem mais do que dos cães, a parte do cérebro é responsável pelas emoções nos gatos e humanos é Idêntica;
  • Um gato pode ouvir melhor do que um cão e até mesmo do que um humano;
  • Existe uma lenda hebraica que conta o surgimento do gato no mundo, ela diz que Noé enquanto orava pediu a Deus para o ajudar a guardar as comidas, para que os ratos não as comessem na arca, então Deus fez com que um leão espirrasse e foi a parte desse espirro que nasceu o gato;
  • Quando os gatos ficam se arrastando nas suas pernas não quer dizer apenas que eles gostam de você, mas que eles também estão marcando território, pois a parte do rosto que passa solta um odor.

Viu que incrível, agora entendemos alguns dos comportamentos mais cotidianos de nossos gatos. Vamos ver sobre os cães agora. 

Como se comportam os cães?

Ter conhecimento sobre o comportamento dos cães é muito valioso, pois assim você consegue ajudá-lo caso perceba algum comportamento ligado a algo ruim e negativo. Veja agora alguns comportamentos caninos.

Primeiramente precisamos lembrar que os cães são completamente diferentes dos seres humanos, hoje em dia a humanização dos cães está muito grande e isso tem um lado positivo e um lado negativo.

O lado positivo é que com isso eles são tratados como família e há uma preocupação muito maior com ele, em contrapartida é preciso lembrar constantemente que eles têm necessidades diferentes de nós e o comportamento também.

  • O ambiente em que os cães são criados tem muita influência no comportamento deles e podem impactar muito no comportamento;
  • Uma das melhores fases para você conseguir estabelecer uma relação com um cachorro, é do período em que ele nasce até mais ou menos os três meses de vida dele;
  • Os cachorros não se comunicam apenas pelo latido, como muitos pensam, eles também se comunicam de outras formas, como: utilizar das orelhas, abanar o rabo e sua postura;
  • É muito importante estar atento aos sinais que os cães dão antes de atacarem alguém, pois quando pensamos que esse ataque surgiu do nada, na verdade ele é antecedido por diversos sinais e o rosnado geralmente é o último deles.

Como citado anteriormente, é preciso tomar cuidado com a humanização dos nossos animais de estimação, pois eles têm outras necessidades que não são as nossas, por exemplo: para nós humanos, não é confortável andar descalço no chão asfaltado e também sentir o cheiro do xixi de outros pets, enquanto para os cães isso é necessário e até mesmo prazeroso.

Cão feliz no mato. Fonte/Reprodução: Original

Um outro comportamento que achamos que os cachorros têm e o da pirraça, por exemplo: quando você deixa ele dentro de casa e quando volta está tudo completamente bagunçado, isso não quer dizer que ele está fazendo pirraça, pois já é comprovado que os cães podem sentir tristeza ou alegria.

Porém eles não têm sentimentos complexos, ou seja, eles não têm ressentimento e culpa por exemplo, então provavelmente o motivo dele ter feito bagunça dentro de casa quando você saiu e deixou ele lá, é porque ele não teve outra coisa para fazer que não fosse isso para se entreter ou ele pode estar sofrendo de ansiedade por separação.

Entender o comportamento canino não é tão fácil como parece, como você pode ver no decorrer do texto, mas o mínimo de informação sobre o comportamento de gatos e cachorros é fundamental. Espero ter ajudado, até a próxima!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy