Qual a diferença entre uma reação química e uma reação nuclear?

1

Você sabe o que é uma reação química? E uma reação nuclear? Aposto que se perguntarem a diferença entre as duas você pode se perder um pouco, não é? Apesar de ambas as reações serem tratadas no estudo da química, são realizadas de maneiras diferentes e provocam, também, resultados diferentes.

Confira, logo abaixo, quais são as principais diferenças entre esses dois tipos de reações.

O que são reações químicas?

Chamamos reações químicas aquelas reações em que transformam os reagentes em produtos; em uma reação química, os reagentes são as substâncias iniciais, e quando interagem formam um segundo segmento de substâncias: os produtos. 

Reação Química. Fonte/Reprodução: Original

A principal diferença entre uma reação química e uma reação física é que a primeira resulta na mudança da estrutura da matéria, enquanto a segunda realiza uma mudança apenas no estado físico da matéria (as diferentes fases da água, por exemplo, compreende uma reação física. A água pode ser sólida, líquida ou gasosa).

Quais tipos de reações químicas?

As reações químicas podem ser divididas em quatro principais tipos: síntese (ou adição); decomposição (ou análise); deslocamento e dupla-troca. No primeiro caso, os reagentes se unem para formar um único produto, e o caminho inverso é a reação de decomposição, em que um reagente promove a formação de dois produtos mais simples, enquanto nas reações de deslocamento e simples-troca consistem — de maneira simplória — em uma troca de determinado reagente de lugar para a formação de novo(s) produto(s).

Podemos dizer, por exemplo, que a reação AB + C —> A + CB é uma reação de deslocamento — pois B é separado de A e dá origem a um novo produto: CB. Já a reação AB + CD —> AD + CB pode ser definida como simples troca, já que há uma troca simultânea entre os reagentes formando dois produtos distintos.

O que é uma reação nuclear?

Enquanto nas reações químicas nós vamos rearranjar os elétrons, nas reações nucleares são os núcleos dos átomos. As reações nucleares são tão poderosas que podem provocar novos isótopos (átomos de mesmo número atômico, mas possuem diferentes números de nêutrons) ou até mesmo formar novos elementos químicos!

Tipos de reações nucleares

Há dois tipos principais de reações nucleares: a fissão nuclear e a fusão nuclear. No caso das fissões, o núcleo do átomo é dividido e provoca a liberação de uma quantidade muito grande de energia; podemos citar como exemplo de fissão nuclear as bombas atômicas lançadas pelos Estados Unidos nas cidades de Hiroshima e Nagasaki, no Japão, durante a Segunda Guerra Mundial.

Átomo sofrendo uma reação. Fonte/Reprodução: Original

Na fusão nuclear também ocorre a liberação de uma grande quantidade de energia, mas esse tipo de reação só pode ser observada em astros — ou seja, o Sol e outras estrelas. Na fusão, os átomos menores produzem átomos maiores, e liberam grandes quantidades de energia, e é o que faz o Sol brilhar, por exemplo.

Diferença entre uma reação química e uma reação nuclear

Como dito anteriormente, as reações químicas se tratam de rearranjos nos elétrons dos elementos, e podem ser observados em fenômenos como a respiração, a fotossíntese, e até mesmo na formação de ácidos H+.

Nas reações nucleares nós realizamos mudanças nos núcleos dos átomos, ou seja, na parte mais profunda da estrutura de um átomo. A junção de vários átomos menores para formar átomos maiores, ou a própria quebra do núcleo de um átomo, promove uma grande quantidade de energia — o que pode promover a fabricação de bombas atômicas.

1 comentário
  1. […] também é uma grande diferença de humanos e animais de algumas espécies. Nosso cérebro é responsável por muitas áreas de […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy