Qual a diferença entre uma substância sintética e uma substância natural?

0

Compreender a diferença entre uma substância sintética e uma substância natural é muito importante para saber como os produtos que compramos diariamente são fabricados e, com essa informação em mente, fazer um melhor uso deles, com menos prejuízos para nossa saúde.

Apesar disso, por muitos não conhecerem a diferença entre uma substância sintética e uma substância natural, várias pessoas utilizam os mais variados produtos sem saber a procedência. Por isso, neste artigo vamos mostrar as definições dos conceitos natural e sintético e mostrar a importância de se atentar para esse ponto, quando você for às compras da próxima vez.

Qual a diferença entre uma substância sintética e uma substância natural? 

Primeiramente, vamos definir qual seria a diferença entre uma substância sintética e uma substância natural de uma maneira mais geral. A sintética é qualquer coisa produzida artificialmente pelo ser humano por alterações nas composições dos elementos naturais. Por causa desse perfil, geralmente essas substâncias são feitas em fábricas, laboratórios e outros lugares mais propensos a pesquisas e testes.

Qual a diferença entre uma substância sintética e uma substância natural? 
Fonte/Reprodução: original.

A substância natural, por sua vez, é mais intuitiva, pois são as coisas que a natureza oferece por suas condições sem a interferência humana na composição. Um ótimo exemplo para pensarmos a respeito de ambos são os plásticos. Enquanto a substância natural que a natureza oferece é o petróleo, o plástico é resultado de manipulação da composição química desse elemento, ou seja, uma substância sintética. 

Por que as substâncias sintéticas são consideradas mais perigosas? 

Conforme observamos na diferença entre uma substância sintética e uma substância natural, as sintéticas apresentam um maior grau de perigo justamente por serem produzidas com uso de componentes químicos artificiais, o que retira grande parte de propriedades importantes que a natureza proporciona.

Podemos pegar como exemplo os famosos sucos de caixinha. Apesar de serem muito apreciados por causa de seu sabor, boa parte desses produtos é pura química artificial, ou seja, açúcares, corantes, conservantes e afins. Por causa dessa composição, o suco em caixa pode facilitar o desenvolvimento de doenças como diabetes, acúmulo de gordura e outros prejuízos para o consumidor.

O que torna as substâncias naturais mais seguras? 

Pelo fato das substâncias naturais serem oferecidas pela própria natureza, elas não apresentam manipulações em sua composição, ou seja, não apresentam os mesmos perigos das sintéticas, como, por exemplo, o alto grau de conservantes, sal, açúcares e outros componentes que estão presentes nos produtos artificiais.

Alimentos naturais como frutas, verduras, ovos, mel e outros, por exemplo, tem uma série de nutrientes que o organismo humano precisa para seu bom funcionamento, pois além de fortalecer o corpo, ainda o protege de uma série de doenças e desgastes que podem ser facilitador por substâncias químicas encontradas nos alimentos industrializados.

Existem alguns riscos associados às substâncias naturais? 

Diversas substâncias naturais apresentam risco para a saúde ou mesmo para a vida humana. Esse tipo de substância, considerada tóxica, pode ser encontrada em plantas, animais, minerais etc., e deve-se ter bastante cuidado com ela.

Outro risco está associado aos processos de alergia ou intolerância que alguns organismos desenvolvem a substâncias bem comuns no dia a dia da maior parte da população, como a lactose, o glúten, entre outros. No caso de pessoas com intolerância, o consumo pode levar a sintomas incômodos, de moderados a graves, apresentados no corpo do indivíduo. No caso das alergias o consumo pode ser letal.

Quais são as principais diferenças entre as duas substâncias?

Por fim, podemos dizer de uma maneira mais resumida que a principal diferença entre uma substância sintética e uma substância natural está no processo de formação de cada. Enquanto a primeira é produzida através de técnicas artificiais do ser humano e, por isso, alterada várias vezes, a substância natural é oferecida pela própria natureza com uma composição já pronta.

Com a questão sobre a diferença entre uma substância sintética e uma substância natural devidamente respondida, é notável a importância de levar esses conceitos em conta na hora de escolher os seus produtos para consumo. Compartilhe este texto em seus meios de comunicação e se sinta à vontade para conhecer outras postagens deste site.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy